Definição de Violência e Agressividade



"Violência é a conduta que causa dano a outra pessoa, ser vivo ou objeto. Recusa a autonomia, prejudica a integridade física ou psicológica chegando a atentar contra a vida de outrem. É o uso excessivo de força, além do necessário ou esperado.
A noção de violência afasta-se da de força, palavra que no quotidiano costuma estar presente quando se pensa em violência. Enquanto força designa, em termos filosóficos, a energia ou "firmeza" de algo, a violência caracteriza-se pela ação devassa, impaciente e baseada na fúria, que não tenta dialogar ou fazer prevalecer a sua opinião, apenas o demonstra a partir da violência.
Considera-se violência explícita quando as normas ou regras morais sociais são desrespeitadas. Mas, uma vez que nem todas as sociedades partilham as mesmas normas, também o conceito de violência varia.
Agressividade é a tendência humana de ter vontade de cometer um ato de violência contra outro humano. Pode ser também o conjunto de tendências que se concretizam em condutas que pretendem causar danos a outras pessoas, destruí-las, coagi-las ou até mesmo humilhá-las.
Muitas vezes a agressividade é, por motivos religiosos ou culturais, comparada a violência ou destrutibilidade quando, na realidade, os dois últimos são comportamentos patológicos da conduta humana que podem pôr em causa a sobrevivência da espécie enquanto a agressividade é um fenómeno comum no dia-a-dia.
A pessoa agressiva é alguém que reage a tudo como se fosse uma disputa, uma prova às suas capacidades mentais. A competição passa a fazer parte da sua vida e desde cedo esforça-se para nunca falhar, nunca ser excluído. Para uma pessoa agressiva por natureza, a crítica é avassaladora.
É importante salientar que a sociedade amplia o conceito de agressividade, chegando ao absurdo de considerar a sinceridade e a autenticidade como resultados de agressividade.
Na sociedade competitiva em que vivemos todas as decisões são tomadas tendo em consideração possibilidade de agressão quando o nosso espaço pessoal é violado. As consequências destas ações não são apenas os efeitos da agressividade em si como também da culpa resultante.
No entanto deve-se ter em mente que tais comportamentos são úteis no âmbito da reflexão profunda sobre o tipo de reação necessária para demonstrar os verdadeiros sentimentos perante os outros. O obstáculo deste processo passa por descobrir como o fazer sem causar demasiados danos.
Para explicar porque determinadas pessoas reagem de certas maneiras a diferente situações há a necessidade de citar o complexo de inferioridade, complexo em que alguém acredita completamente, desde a sua infância, que é menos que qualquer outra pessoa. Como consequência a pessoa desenvolve uma personalidade tímida e retraída e em situações sociais tende a criar muita raiva e ódio para se compensar psicologicamente.
Para o desenvolvimento de uma relação sem agressividade são precisas paciência, dedicação e confiança".

Fonte:https://notapositiva.com/violencia-e-agressividade/#

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de pai!

PSICOLOGIA HOSPITALAR