Postagens

Mostrando postagens de Março, 2020

CORONAVÍRUS – NÃO PAGUE PARA VER

To trancado aqui no quarto De pijama porque tem visita estranha na sala Aí eu pego e passo a vista no jorna l. Raul Seixas. Não sei de qual visita o nosso saudoso Raul Seixas estava falando. Contudo a considerar o que dizem os jornais sobre o que vem acontecendo no nosso Planeta, começando pela China, devemos, a exemplo do maior roqueiro brasileiro, colocar nossas “barbas de molho”. Não dá para fingir que nada está acontecendo, que está tudo bem. Se não vejamos: China, 80.000 casos, Itália, 24.000747 casos, Espanha 7.700 casos, França, 4.500   casos só para citar os países mais atingidos. S endo um patógeno com predominância pelo sistema respiratório, cujas patologias, cuja frequência ocorre no inverno, facilita a compreensão do porque deste alastramento alarmante. Fico imaginando quando a estação fria se aproximar no hemisfério sul. Se no hemisfério norte, onde os países são considerados desenvolvidos, o vírus está causando este pandemônio, imagine o que não acontecerá no o

As contribuições da ACP ao saber psicopedagógico

Resumo O presente trabalho pretende verificar como a Abordagem Centrada na Pessoa poderá contribuir com a Psicopedagogia. A Psicopedagogia é uma área científica recente e ainda busca uma teoria para fundamentar sua prática. Desenvolvida a partir de diversas outras áreas do conhecimento, tem sua base principal na Pedagogia e na Psicologia, e como objetivos compreender a construção do conhecimento com todos os fatores que a influenciam, facilitando o aprendizado e identificando o que impede o sujeito de aprender. Porém, este é um conceito novo e só através do estudo da história da Psicopedagogia pode-se entender como ocorreu à evolução desta área. Com a mudança de paradigma, a Abordagem Centrada na Pessoa (ACP), corrente de pensamento psicológico criada por Carl Rogers traz outra forma de se compreender a aprendizagem que passou a envolver significância e experiência, e entendimento de que o sujeito aprendente possui todas as potencialidades para aprender e é por meio de uma comunic

CUIDADOS COM NOSSO MAIOR PATRIMÔNIO

Não somos preparados para ver como se apaga a vela das pessoas que amamos (pais, avós, tios, sogros, amigos queridos). Principalmente a dos nossos pais, que nos deram a vida e no amam incondicionalmente. Ver como os seus olhos estão perdendo o brilho, alheios a tudo o que os rodeia, que o seu olhar divaga pelos cantos do seu subconsciente. É difícil ver essas pessoas tornaram-se pequenos e frágeis desta maneira. Não há palavras para descrever esse sentimento. Muita tristeza v ê-los na penosa situação de saúde mental (demência senil, alzheimer, acidente vascular cerebral, acidentes cardiovasculares, estados vegetativos, depressão profunda, esquizofrenia ou outro qualquer). Nenhum hospital consegue tomar conta deles como nós mesmos e, de repente, temos que ser enfermeiros ou tornarmo-nos ricos para pagarmos residências para idosos ou doentes com preços exorbitantes. Que desolador que os que deram tudo por você e por sua família um dia te perguntem "Quem és?" .. não por esqueci