SINAL DE ALERTA





 
O pânico.

O Pânico é nitidamente diferente de outros tipos de ansiedade. Caracteriza-se por crises súbitas, sem causas aparentementes e frequentemente pode ser incapacitante.-

Depois de ter uma crise de pânico, por exemplo, enquanto conduz, ou enquanto está a fazendo compras numa loja com a presença de muitas pessoas. Pode acontecer também dentro de um elevador. A pessoa pode desenvolver medos irracionais destas situações e começar a evitá-las. Gradualmente, o nível de ansiedade e o medo de uma nova crise podem atingir proporções tais, que a pessoa pode tornar-se incapaz de conduzir ou mesmo sair de casa. Por isso, a perturbação de pânico pode ter um impacto muito grande na nossa vida diária, podendo nos causar muitos problemas a menos que receba tratamento eficaz.





E Agorafobia.


É muito comum ouvir-se falar sobre os ataques de pânico, porém não é comum ouvirmos sobre a agorafobia.

O impacto deste mal na qualidade de vida pode ser muito desgastante. Os sintomas nas fases iniciais são mais suaves, as pessoas "apenas" se sentem desconfortáveis nas suas rotinas diárias, hipervigilantes ao meio que as rodeia e aos seus sinais corporais.
Em situações mais avançadas, é como se estas sensações tomassem conta do todo da pessoa, a sua vida social se deteriora, há falta de desejo em fazer coisas que antes eram prezerosas, coisas tão simples, para a maioria de nós, como uma saída de amigos, ou ficar em casa sozinho, se tornam quase impossíveis de suportar. Em casos extremos desta perturbação, encontramos pessoas que raramente conseguem sair de casa, ir a locais mesmos considerados seguros, chega-se ao extremo de ser incapazes de fazer seja o que for sem a companhia de uma pessoa que considerem de confiança.





ANSIEDADE SOCIAL.

A Ansiedade Social pode manifestar-se em processos de mudanças marcantes das fases de vida, especialmente no contexto do progresso académico ou profissional. Devido ao medo resultante das novas responsabilidades, podem surgir manifestações físicas/emocionais e pensamentos de derrota face ao desempenho até mesmo desistência dos novos projetos, pelo medo do fracasso.

É possível aprender a lidar com a ansiedade social, principalmente com o apoio de um profissional especializado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PSICOLOGIA HOSPITALAR

Terarapia complementar

Conselho de pai!