“TENDÊNCIA ATUALIZANTE” (potencialidade)

“TENDÊNCIA ATUALIZANTE” (potencialidade)

Cada ser humano possui uma estrutura íntima, essencial, instintóide: as necessidades, os talentos, as capacidades, os sentimentos, o equipamento biológico. Essa natureza constitui a matéria-prima do ser humano.
Tudo isso são possibilidades, não a realização final. A natureza humana
pode ser: moldada, reprimida ou realizada.
O núcleo interior do ser humano, ainda que biologicamente alicerçado, é instintóide, frágil, débil, sutil, delicado.
A natureza humana tem algumas características que são universais e outras que são únicas, da pessoa.
É possível estudá-la objetivamente e descobrir suas características
Muitos aspectos dessa natureza são reprimidos, outros são esquecidos. Mas, a repressão não elimina o que é reprimido. O reprimido permanece como determinante do pensamento e do comportamento.
Ainda que débil, esta natureza raramente desaparece ou morre.
Esse núcleo chega à vida adulta, em parte, pela descoberta. Em parte é também uma criação da própria pessoa.
Se esse núcleo for negado, suprimido, resulta a doença. Doença: estado em que a pessoa fica aquém de seu pleno desenvolvimento, ou plena realização de sua humanidade. A frustração das necessidades básicas não é a única fonte da doença.
Essa natureza não é má; é boa ou neutra, é anterior ao bem ou ao mal.
A hostilidade destrutiva é reativa.
A saúde psíquica não é possível se o núcleo essencial da pessoa não for aceito, amado e respeitado pelos outros e pela própria pessoa.
É melhor encorajar do que suprimir a natureza interna.
A criança optará pelo que é bom para seu crescimento, se realmente lhe for dada uma livre escolha.
Todo organismo tem tendência a se manter, a se aperfeiçoar e, se possível, a se reproduzir.
O que motiva o comportamento dos organismos é a tendência direcional que é considerada fundamental.
Todo ser humano possui uma força interna de crescimento, de integração e de socialização que está sempre presente.
O organismo move-se em direção ao desenvolvimento próprio e à independência de controles externos.

Auto-realização:

“O que o homem pode ser, ele deve ser”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PSICOLOGIA HOSPITALAR

Conselho de pai!

Terarapia complementar